Natação provoca efeitos antioxidantes que combatem a aterosclerose, diz estudo

 

A prática regular de atividades físicas pode ajudar no combate ao entupimento das artérias – a aterosclerose – ao aumentar os níveis de óxido nítrico no sistema vascular, segundo estudo apresentado esta semana no Congresso de Insuficiência Cardíaca da Sociedade Europeia de Cardiologia. Essa substância é associada à expansão e relaxamento das artérias. “O treinamento com exercícios aeróbicos pode proteger contra o desenvolvimento de aterosclerose. Entretanto, os mecanismos precisos ainda permaneciam desconhecidos”, destacaram os autores em publicação do evento.

Para avaliar a hipótese de que os exercícios reduzem a severidade da aterosclerose por causa de seus efeitos antioxidantes, os pesquisadores da Universidade de Kyoto, no Japão, selecionaram ratos com deficiência de apolipoproteína E (importante no metabolismo das gorduras) para praticarem 45 minutos de natação três vezes por semana e terem uma dieta rica em gordura durante oito e 16 semanas. Alguns dos ratos fisicamente ativos também receberam um inibidor de síntese do antioxidante óxido nítrico.

Com as análises, os pesquisadores notaram a formação de estrias gordurosas e placas de lipofibromas nos ratos que tiveram dieta rica em gorduras, porém esse efeito foi suprimido nos roedores que participaram das sessões de exercícios na água. Entre os animais que tomaram o inibidor da síntese de óxido nítrico, os especialistas não notaram os mesmos efeitos protetores dos exercícios, mostrando que a formação de componentes antioxidantes pode ser a explicação para o papel protetor das atividades físicas contra a aterosclerose.

De acordo com os autores, a gravidade das lesões ateroscleróticas estava associada à expressão de uma proteína chamada tioredoxina. “A expressão de tioredoxina em ratos tratados com exercícios foi suprimida, em comparação com ratos sem exercícios”, destacaram os especialistas. “O treinamento com exercícios suprimem a aterosclerose por efeitos antioxidantes via sistema vascular de óxido nítrico”, concluíram.

Fonte:Heart Failure Congress 2010 2/6/2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: